Como manter a casa vazia em segurança durante as férias? - Blog Imobiliária Aloísio Imoveis - Taubaté/SP
343
post-template-default,single,single-post,postid-343,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,qode_grid_1300,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.8,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_advanced_footer_responsive_1000,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.6.0,vc_responsive

Como manter a casa vazia em segurança durante as férias?

Confira tudo que é necessário para garantir que seu lar se mantenha são e salvo enquanto você aproveita a viagem.

Viajar é sempre muito bom, e seja para descansar, curtir as férias, ou visitar amigos e parentes, o final de ano é um dos momentos em que as pessoas mais saem de casa. Mas, como tudo na vida, existe também o lado ruim. Por ser um período onde conhecidamente as pessoas estão afastadas, esse se torna o momento mais propicio para acontecer invasões e assaltos.

Esse é um dos principais motivos para preocupação e estresse em deixar a casa vazia, mas não é o único. Devido ausência de pessoas na residência pequenas ocorrências, como um curto-circuito, uma telha quebrada pelas chuvas, entre outros, podem se tornar um grande problema causando até mesmo acidentes graves como incêndios.

O que fazer então? Não viajar, ou deixar sempre alguém cuidando da casa? Nada disso!
Para aproveitar a viagem, manter a casa segura e ter um retorno agradável, e sem surpresas ou prejuízos, basta apenas um pouco de planejamento e alguns cuidados básicos.

Para facilitar ainda mais pra você, preparamos um passo-a-passo com tudo que precisa fazer antes de partir para viagem, vamos lá?

 

Realize uma manutenção geral

Algumas tarefas simples de manutenção da casa acabam sendo deixadas sempre para depois, e esse é o momento ideal para fazer esses pequenos cuidados que anda adiando. Afinal, embora não seja o ideal, quando estamos em casa podemos rapidamente resolver a situação, mas sem alguém que tome essa providência podem rapidamente se tornar um problema.

Por isso antes de viajar, confira esses itens básicos:

  • Telhado: se tiver alguma rachadura, ou telhas quebradas providencie o conserto imediatamente, caso contrário pode ocasionar desde uma goteira até uma infiltração, que como já falamos aqui no Blog é um problema muito sério.

 

  • Calhas: O ideal é que a limpeza seja feita a cada 3 meses, principalmente em épocas de chuvas intensas como no verão, para garantir que a água possa fluir e escoar perfeitamente, evitando assim entupimentos e outros prejuízos.
  • Caixa de esgoto e gordura: a manutenção deve ser feita a cada 6 meses ou pelo menos 1 vez por ano, para evitar entupimentos, retorno de dejetos e mau cheiro realize a limpeza antes da viagem.

 

Faça uma faxina completa

Por melhor que seja a viagem é sempre uma sensação gostosa a de voltar pra sua casa e suas coisas, não é mesmo? Quer dizer, isso se quando você voltar não encontrar tudo sujo e bagunçado. Afinal, você não vai querer voltar e já partir para as obrigações domésticas.

E algumas pequenas negligencias, que rapidamente podem ser resolvidas no cotidiano, ao longo do tempo com a casa vazia podem acumular mau cheiro e atrair pragas, como baratas, ratos e até animais peçonhentos.

Por isso, durante a faxina não se esqueça de:

  • Limpar e organizar os armários, principalmente o da cozinha armazenando corretamente os alimentos e jogando fora aqueles que possam ser perecíveis;
  • Retirar a roupa de cama e levantar os colchões para arejar adequadamente, evitando umidade e cheiro de guardado;
  • Tapetes e cortinas também devem ser retirados e lavados durante esse período, assim quando retornar estarão devidamente higienizados;
  • Esvaziar e limpar a geladeira, de maneira que possa deixá-la desligada e com as portas abertas. Evitando o gasto de energia, curto-circuitos e que algum alimento estrague durante a seu período ausente.

 

Organize as contas

Nada estraga mais o clima de uma viagem do que ter que parar para pagar uma conta, né? Pior que isso, só descobrir na volta que se esqueceu de pagar alguma delas e agora ainda vai ter que arcar com os juros. Para evitar é simples, basta colocar em débito automático. Assim, além de não ter que se preocupar, não vai receber mais correspondência, que é outro problema que vamos tratar abaixo.

 

Interrompa a correspondência

Nada é mais característico de uma casa vazia do que uma pilha de cartas na porta, e embora isso seja cada vez menos frequente, graças a modernidade e opções muito mais ecológicas, ainda existem contas que são entregues mensalmente em casa. Então, peça para um vizinho de confiança, amigo ou familiar para passar regularmente e recolher para você.

Também existem as assinaturas de revistas e jornais, mas essas podem ser facilmente suspensas pelo período que estiver fora, basta informar a editora.

 

Plantas e animais
Essa dica à primeira vista pode não parecer ter relação com a segurança da casa, mas aí que você se engana. Além de que você não querer voltar e encontrar uma casa cheia de plantas mortas e mal cuidadas, esse também pode ser um indício para pessoas mal intencionadas de que a residência está vazia. Por isso, quando a viagem for breve organize um sistema de regas continua, que pode inclusive ser feito com garrafas pets. E se a viagem for longa, peça para uma pessoa de confiança cuidar das plantas, ou automatize o seu sistema de irrigação em caso de casas com jardins maiores.

Quando você for viajar e não puder levar o seu pet, procure deixá-lo com alguém de confiança para ser responsável, seja hospedando em casa ou indo cuidar dele na sua residência. Ainda que a viagem seja breve, algum imprevisto pode acontecer e o animal ter uma reação inesperada, desde roer os moveis até fugir. Se não tiver ninguém disponível, existem os serviços de hospedagem, e para pets que não se adaptam bem fora de casa os Pet Sitters.

 

Desligue e feche tudo

Pode parecer bem obvio, mas a verdade é que na empolgação com a viagem, ou em meio a correria algumas coisas básicas acabam sendo esquecidas, por isso se lembre de conferir:

  • Luzes: Muitas pessoas deixam as luzes acesas para fingir que estão em casa, mas a presença de luzes acesas constantemente e em horários incomuns pode justamente ser um sinal do contrário. Por isso deixe apagadas ou use um temporizador, programado para acender e apagar a luz em determinados horários.
  • Parte elétrica: Antes de sair desligue todos os itens eletrônicos da tomada, sejam aparelhos eletrônicos como TV e computador, até eletrodomésticos, como micro-ondas e geladeira. Além de interromper o gasto de energia, você ainda evita que sejam danificados em caso de quedas de energia ocasionados com as chuvas e raios. E o mais importante, previne também um princípio de incêndio que pode ser causado em um curto-circuito ou pane elétrica.
  • Campainhas e telefones: Tire o som ou desligue os equipamentos, pois uma prática comum dos ladrões é dar um toque no telefone ou campainha para verificar se a casa está vazia. Mesmo que isso não iniba completamente a possibilidade, é um incentivo a menos para a ação.
  • Portas e janelas: Garanta que ambas estejam bem fechadas, trancadas ou travadas.
    Caso a janela seja de correr, use pedaços de madeira para travar o rolamento e impedir que alguém de fora abra.
    Nunca deixe cadeados para o lado de fora da casa, eles são um indício de que não há ninguém presente.
    Quando for automática a porta da garagem ou portão, não esqueça de desligar a energia, pois alguns modelos podem ser abertos quando acionados por controles semelhantes. Além de existir também, controles universais que podem hackear os sensores facilmente.
  • Ralos e vasos sanitários: Mesmo você tendo seguido o passo da faxina e sua casa estando limpa existe sempre a possibilidade da invasão de algum animal, como baratas ou ratos vindos do encanamento. Se você fechar os ralos e vasos sanitários, bloqueia que eles consigam entrar na sua casa com facilidade.
  • Água e gás: Não se esqueça de fechar o registro de água e os registros dos equipamentos a gás, seja do botijão ou dos aquecedores. Dessa maneira você impede qualquer tipo de acidente ocasionado por vazamentos inesperados, seja ele um alagamento ou um incêndio.

 

Informe pessoas de confiança

Como última medida de segurança lembre-se de informar a sua viagem a um contato de segurança, que tenha seu telefone particular e um contato onde possa te encontrar. Assim, caso ocorra algum imprevisto, você pode ser informado.

Dê preferência a uma pessoa única, aquela que vai cuidar da correspondência e das plantas que falamos anteriormente, porque quanto mais pessoas souberem que você está viajando mais chances tem dessa informação “vazar”, diminuindo assim sua segurança.

E se você mora em condomínio, o síndico também deve ser informado sobre quem está autorizado a entrar em sua casa ou apartamento. Além de ficar avisado que uma pessoa de sua confiança vai frequentar a casa, também garante que em qualquer atividade suspeita ele vai estar preparado par agir.

 

Poste menos e viva mais

Ao invés de ficar postando cada passo da sua viagem aproveite e deixe para atualizar as redes sociais na volta. Além de garantir que ninguém vai descobrir que a sua casa está vazia, você ainda vai aproveitar intensamente a viagem, sem se preocupar com likes e seguidores. Essa é uma dica dupla: de segurança e de vida também.

 

Nenhum comentário

Publique um comentário